Paredes de tijolinhos: do charme ao aconchego.


Paredes de tijolinhos dão um charme todo especial as residências e combinam com qualquer estação do ano: no inverno, com a decoração de mantas e tapetes, deixam o ambiente mais aconchegante. No verão, transmitem a sensação de frescor. Não saem de moda nunca e combinam com todos os cômodos da casa. Claro que a escolha da cor e o tipo de assentamento, fazem toda a diferença. Para facilitar, te ajudamos nos tipos:

- Rejuntamentos para tijolinhos

  • Junta seca: a argamassa não fica aparente. O efeito é bem moderno, como se os tijolinhos estivessem sobrepostos, empilhados apenas;
  • Junta frisada: o rejunte aparece mas é retirado o excesso criando uma pequena profundidade entre as peças;
  • Junta cheia: o rejunte fica nivelado com tijolo criando uma superfície plana.

- Tipos de acabamentos

  • Natural: apenas impermeabilizado, é mantido na cor original;
  • Pátina: é pintado, depois lixado e impermeabilizado.
  • Demolição: fica com aspecto envelhecido depois de retirado o reboco da parede;
  • Pintado: os tijolinhos são pintados por completo e não recebem lixamento.

Quer ter a sua própria parede de tijolinhos e dar aquele toque diferenciado no ambiente de sua residência, é mais fácil do que você imagina e utiliza poucos materiais. Então, mão na massa!

Materiais:

– Terra
– Massa corrida
– Fita crepe
– Peneira

Modo de fazer:
  1. Utilize a fita crepe para desenhar os tijolinhos na parede;
  2. Passe a terra pela peneira;
  3. Misture a massa corrida com a terra;
  4. Adicione a mistura no espaço de cada tijolo, criado com a fita crepe, com uma espessura de três milímetros;
  5. Quando terminar a fileira, passe a espátula para alisar o tijolo e para evitar ter de lixar;
  6. Retire a fita adesiva com o material fresco e deixe secar.

Pronto!
Agora é só reunir os amigos e apresentar sua nova decoração.


Fontes de pesquisa


Revista do ZAP  - Publicado por: Redação  - 159

Está procurando um imóvel? Entre em contato com um corretor online da Viana Negócios Imobiliários.

Compartilhe nas Redes Sociais:

0 comentários