De PORTUGAL, passando pelo PÁTIO DO COLÉGIO aos dias de HOJE.



No século 16, por padres jesuítas, São Paulo foi fundada por portugueses. No planalto de Piratininga, eles construíram um colégio, onde celebraram uma missa em 25 de janeiro de 1554.

Restaram, daquele tempo, as fundações da construção no Pátio do Colégio. No Estado de São Paulo, os portugueses se espalharam por diversas cidades, do interior, passando pelo litoral e por fim, a cidade de São Paulo, onde existem bairros tipicamente portugueses, ou que em sua grande maioria, 
habitados por seus descendentes, como:

  • Cambuci,
  • Chácara Santo Antônio,
  • Chácara Flora,
  • Chora Menino,
  • Bela Vista,
  • Ipiranga,
  • Imirim,
  • Casa Verde,
  • Itaim Bibi,
  • Jardim São Paulo,
  • Lapa,
  • Pari,
  • Freguesia do Ó,
  • Pompeia,
  • Quarta Parada,
  • Santana,
  • Santa Teresinha,
  • Santo Amaro,
  • Vila Carrão,
  • Brasilândia,
  • Penha,
  • Vila Maria,
  • Vila Sabrina.

Os portugueses constituíram o segundo grupo que mais povoou o Brasil e deixaram profundas heranças para a cultura e também para a etnicidade do povo brasileiro, como: a língua portuguesa; o carnaval e a festa junina; no futebol, a Associação Portuguesa de Desportos (Lusa); na religião, o catolicismo; no folclore, a crença em seres fantásticos como a cuca, o bicho-papão e o lobisomen; temos também influência na literatura, pintura, escultura, música e arquitetura; e, na culinária, a famosa bacalhoada e os pratos com bacalhau que possui um estatuto único na cozinha portuguesa, pois é ao mesmo tempo um alimento muito frequente no seu receituário e um símbolo da própria identidade portuguesa.

A Viana Negócios Imobiliários indica como opção de melhor bacalhau, o Bar do Jacaré, R. Guatemala, 232 - Parque Boa Esperanca, Indaiatuba - SP.

Fontes:
http://noticias.uol.com.br/infograficos/2014/01/21/imigrantes-sp.htm
https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_dos_bairros_paulistanos_por_imigra%C3%A7%C3%A3o
http://www.viladonpatto.com.br/blog/as-influencias-dos-portugueses-na-cultura-brasileira-e735

Compartilhe nas Redes Sociais:

0 comentários